30/04/2017

BEDA 30 | That's all Folks!

Imagem retirada do We Heart It

O que seria de mim se não fosse todo esse apoio que tenho recebido, mais exclusivamente durante esse mês de abril, mês de #BEDA. Sim, estou cansada, mas estou com a sensação de dever cumprido. Foi difícil, mas nós vencemos e eu só tenho a agradecer.

Eu não esperava de maneira alguma que o projeto desse tão certo aqui. Achei que o blog ficaria parado, mas, ao contrário, ele acabou ficando cheio. Tivemos muitos comentários e eu não sei explicar como estou feliz por isso.

Espero de coração que ele tenha sido tão bom pra vocês quanto foi pra mim. Não deixem de conferir as postagens das próximas semanas, toda terça, quinta e sábado às 9 horas tem post novo por aqui. 😄

29/04/2017

BEDA 29 | Resenha: Não Era Eu, Era Você

Título: Não Era Eu, Era Você
Autora: Renata Varela
Páginas: 263
Ano: 2016
Classificação: 3/5

Sinopse: Um romance sobre assumir, perdoar e cometer erros. Francine se orgulha de várias coisas. Ela sabe que é uma ótima corretora de imóveis e se orgulha de ser valorizada em sua profissão. Francine também sabe que o amor de sua família é grande e se orgulha da relação que mantém sempre balanceada com as irmãs, Franciele e Fernanda. Ela também se orgulha de ter o coração "de pedra", como costumam descrever, e não ter se apaixonado de verdade desde os quinze anos. Agora, Francine acaba de completar vinte e cinco verões. Está no começo da vida, na flor da idade, e esse ano tem tudo para ser o melhor de sua vida. Ela está no topo de tudo, mas, se há um problema de estar no topo, é que o vento lá por cima é sempre muito forte; pode fazê-la despencar em um piscar de olhos.


28/04/2017

BEDA 28 | Resenha: A Menina Que Não Sabia Ler

Título: A Menina Que Não Sabia Ler
Título Original: 
Autor: John Harding
Editora: LeYa
Páginas: 288
Ano: 2010
Classificação: 4/5

Sinopse: 1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros - únicos companheiros e confidentes - antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?

27/04/2017

BEDA 27 | As melhores trilhas sonoras de novelas #02

Ei, todo mundo!
Em mais um dia de #BEDA trago para vocês, mais uma vez, para vocês o post com minha trilha sonora de novelas favoritas. Dessa vez, como prometido, somente com músicas nacionais. Eu acredito que vocês conhecem todas, mas como são boas músicas, acho que não tem muito problema, né? Não se esqueçam de comentar se gostaram ♥

26/04/2017

BEDA 26 | Indicação: A Hospedeira

Eu me lembro até hoje do dia que fui ao cinema assistir A Hospedeira. Assim como a maioria dos fãs, eu estava super ansiosa para conferir o filme. Eu acabei tendo que esperar até quase o filme sair do cinema porque estava sem companhia. No final, acabei assistindo sozinha mesmo e confesso para vocês que gostei demais da experiência.

Eu estava com altas expectativas, como vocês podem perceber, mas, como a maioria das adaptações, eu senti falta de muitas coisas. Senti falta, principalmente, da presença que o livro possuía. É que eu gostei tanto da leitura que senti todas as emoções junto com os personagens.


A fome e a violência foram erradicadas da Terra, bem como os problemas climáticos do planeta foram resolvidos. Estes feitos foram conquistados graças aos seres alienígenas conhecidos como almas, que ocupam corpos humanos como se fossem parasitas. Pregando uma sociedade baseada na paz, as almas perseguem os poucos humanos que ainda não foram dominados. Um deles é Melanie Stryder (Saoirse Ronan), que se sacrifica para que o irmão caçula, Jamie (Chandler Canterbury), possa escapar. Melanie passa a ser dominada por uma alma chamada Peregrina, que tem por missão vasculhar suas memórias para encontrar rastros de outros humanos. Entretanto, a consciência de Melanie ainda está viva dentro do corpo, o que faz com que Peregrina tenha que lidar com ela constantemente. Com o tempo, a alma fica cada vez mais fascinada com a vida e os sentimentos que Melanie tinha e passa a protegê-la de Buscadora (Diane Kruger), que deseja capturar seus amigos humanos o quanto antes.


Por mais que já tenha passado muito tempo, eu sou dessas que não perde a esperança nunca e não vejo a hora de ter a continuação do livro (e do filme também) nas minhas mãos. Acredito eu que A Hospedeira foi o maior acerto da Stephenie Meyer e não gostaria que ela desistisse.

Avaliando o filme, eu daria nota três e meio porque, por mais que eu tenha gostado, me lembro de, na época, ter ficado bastante chateada. E vocês podem conferir o filme quando quiserem, ele já está disponível na Netflix.

25/04/2017

BEDA 25 | Shakira Book Tag


Eu vejo milhares de blogueiros e youtubers respondendo ou até mesmo criando tags para seus ídolos e como não vi nenhuma homenageando a Shakira, resolvi criar uma e postar aqui para vocês. Eu juro que procurei modelos e não encontrei, mas se vocês souberem de alguém que já fez, deixem nos comentários. Bora lá?

Ojos Así - Um livro que você mal conhece, mas já considera "pakas";

Eu ainda não li A Cabana. Na verdade, em 2013 eu comecei, mas estava em ano final de Ensino Médio e acabei parando. Primeiro livro que abandonei, mas que pretendo ler em breve.

La Tortura - Um livro que você não quis que terminasse;

Por mais que A Hospedeira tenha sido difícil de ler no começo, eu não queria que o livro tivesse finalizado. Faltavam (e continua faltando porque não saiu a continuação) várias respostas para as perguntas dos leitores. Até então, nada de sair os próximos volumes.

Chantaje - Um livro que você gosta e, ao mesmo tempo, não gosta;

Isso é muito comum de acontecer comigo, gostar e não gostar ao mesmo tempo. Eu poderia citar milhares, mas, sendo breve, o escolhido é Cinquenta Tons de Cinza. A primeira vez que eu li, achei tudo lindo e maravilhoso, mas hoje, mais madura, percebo que muita coisa não me agrada mais (ainda bem!).

Addicted To You - Um livro que você é viciado;

Sou completamente viciada por Harry Potter. Mesmo já tendo lido várias vezes, a vontade nunca passa e, sempre que posso, volto a reler. É tão bom! ♥

Dare (La La La) - Um livro que você se sentiu desafiado(a) a ler;

Normalmente isso acontece porque fui avisada antes que não iria gostar da leitura. Por ironia, eu costumo gostar. Cinquenta Tons de Cinza é um exemplo, todos me disseram que eu odiaria e eu gostei. A série Para Sempre da Alyson Noel também me foi alertada antes, mas acabou que eu gostei.

Rabiosa - Um livro que te deixou com raiva;

Entrelinhas foi uma das maiores decepções literárias de 2015. Quando eu li a sinopse, imaginei tanta coisa e fiquei muito decepcionada, mais do que isso, fiquei com raiva da história.

Try Everything - Um livro que você não desistiu de ler, apesar de tudo;

Recentemente, eu fiz a resenha do livro O Inferno de Gabriel e quem leu a resenha já sabe que faltou muito pouco para que eu desistisse da leitura que se arrastou muito. Mas, como uma boa brasileira que não desiste nunca que sou, continuei e fiquei surpresa porque, ao final do livro, fiquei muito interessada pela história.

Can't Remember To Forget You - Um livro que você não consegue esquecer.

Eu não consigo esquecer os favoritos: Harry Potter, Como eu era antes de você, Extraordinário, A Última MúsicaA Corrida de Escorpião dentre outros (♥).

24/04/2017

BEDA 24 | Resenha: Cinquenta Tons Mais Escuros

Título: Cinquenta Tons Mais Escuros
Título Original: Fifty Shades Of Darker
Autora: E L James
Editora: Intrínseca
Páginas: 512
Ano: 2012
Classificação: 5/5 ♥

Sinopse: Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.

23/04/2017

BEDA 23 | TAG: Lugares Literários

Imagem retirada do We Heart It

1. Chester Mill (Sob a Redoma) - Uma história que te prendeu.

A maioria dos livros que me prenderam a atenção foram livros curtos, não mais que 400 páginas e que o tema tratado era algo menos complexo, o único #diferentão que me deixou curiosíssima e que tinha um tema mais complexo foi Morte Súbita da J.K. Rowling. A história me marcou muito e eu o considero como um dos meus favoritos.

2. Nárnia (As Crônicas de Nárnia) - Um livro que te levou para outro mundo.

Eu poderia citar milhares de livros nesse quesito, mas acabei optando pelo óbvio e bastante conhecido, Harry Potter, que me levou para um dos mundos mais incríveis que eu já vi. E, mesmo tendo passado vários anos, eu tenho fé que ainda vou receber minha carta de Hogwarts e então embarcarei para o mundo bruxo.

3. Hogwarts (Harry Potter) - Um livro que te ensinou algo.

Você vai citar Extraordinário de novo?! Sim, eu vou. Não consegui encontrar outro livro que pudesse se encaixar nessa resposta. Extraordinário me ensinou (e continua ensinando) tantas coisas em relação a respeito ao próximo, em relação a gentileza e bondade que não pude ignorá-lo.

4. Panem (Jogos Vorazes) - Um livro distópico.

Eu pensei em citar a série Divergente, mas não faz muito sentido já que ainda não terminei de ler. Citarei então a famosa do momento, A Seleção da Kiera Cass. Na história, conhecemos America, uma jovem que, para ajudar a família, não hesita em se candidatar para ser uma das selecionadas do príncipe Maxon, mesmo estando apaixonada por outro.

5. Condado (O Senhor dos Anéis) - Um livro que te deu sensação de lar.

A série Fazendo Meu Filme da Paula Pimenta é ambientada em Belo Horizonte e, na época, muitos dos problemas que a Fani tinha eram parecidos com os meus. Não consigo pensar em outro livro que me dê uma sensação de lar tanto quanto esse.

6. Labirinto (Maze Runner) - Um livro que te deixou perdido.

Um dos livros que eu estou lendo atualmente se encaixaria perfeitamente nesse quesito, mas como eu ainda estou lendo, prefiro não julgá-lo ainda. Pensando melhor sobre a questão, acredito que Eleanr & Park me deixou com uma sensação de confusão assim que eu fechei o livro. Fiquei com aquela sensação de: quê?!

7. Terra do nunca (Peter Pan) - Um livro da sua infância.

Eu já comentei várias vezes que meu foco na infância eram os filmes (e continua sendo), mas lembro que, assim que fui crescendo, minha prima me emprestou o livro Coisas que toda garota deve saber que ensinava exatamente o que é dito no título: tudo que uma menina, dos 11 aos 14 anos, devia saber sobre puberdade.

8. Westeros (As Crônicas de Gelo e Fogo) - Um livro com várias reviravoltas.

Quando eu li Bamgalô 2: Hotel Beverly Hills fiquei me perguntando se iria acontecer mais alguma coisa porque pensem em um livro pra dar reviravoltas, é esse. Não sei se a autora se perdeu (uma pena porque ela tava mandando super bem), mas o final foi tipo super estranho.

22/04/2017

BEDA 22 | Minhas músicas favoritas da Disney


Ei, todo mundo! 💙
Falar de Disney é algo tão bom, não é? Dá vontade de ficar falando o tempo todo, relembrando os personagens mais marcantes e as músicas que mexeram com nossos corações. E é exatamente isso que eu vim fazer aqui hoje, em mais um dia de #BEDA. Sim, já estou cansada, mas tô muito feliz porque deu certo aqui no blog.


Aladdin é um dos meus herois favoritos. Talvez por não ser tão convencional, eu tenha me afeiçoado mais a sua emocionante história. E, é claro, não poderia deixar de citar Um mundo ideal, que é uma das minhas músicas favoritas.

A Bela e a Fera não é um dos meus desenhos favoritos, não, não é. Mas é simplesmente impossível não gostar de Sentimentos, música tema do casal. Me lembro bem de ouvi-la no mais alto som quando era criança.

O Rei Leão é, sem dúvida alguma, meu desenho favorito. Eu gosto de tudo, do cenário, dos personagens e, é claro, das músicas, que mexem muito com nossos corações. O Ciclo da Vida, música que inicia o filme, foi tão marcante que eu encenei com meus primos esse início. Ficou lindo, vocês precisavam ver ❤

Planeta do Tesouro também não está listado como favorito, mas, assim como A Bela e a Fera, o que mais me marcou foi sua trilha-sonora, mais especificamente essa música, que fala exatamente de momentos que estou vivendo. Impossível não amar!

A Dama e o Vagundo 2 traz a história dos cachorrinhos mais amados do mundo. Eu era apaixonada pelo Banzé e essa música marcou muito quando eu assistia o filme. A fita-cassete {ai, que velhadele travava somente nessa cena. Eu nem assistia muito, né?
E, pra fechar com chave de ouro, a música que eu mais amava ouvir. O Rei Leão 2 traz a história da Kiara, filha do Simba e da Nala. A pequena leoa lembrava muito a mim quando pequena, cheia de questionamentos e sempre, sempre mesmo, querendo unir as pessoas (no caso, os leões).

21/04/2017

BEDA 21 | Indicação: Minha mãe é uma peça 2


Entre os filmes que foram lançados esse ano, um dos que eu estava mais ansiosa para assistir foi Minha mãe é uma peça 2. Sou muito fã do trabalho do Paulo Gustavo e a Hermínia é minha personagem favorita. Até fiz uma homenagem para a personagem no Dia das Mães, que vocês podem conferir clicando aqui.

Dona Hermínia está de volta, desta vez rica, pois passou a apresentar um bem-sucedido programa de TV. Porém, a personagem superprotetora vai ter que lidar com o ninho vazio, afinal Juliano e Marcelina resolvem criar asas e sair de casa. Para balancear, Garib, o primogênito, chega com o neto. E ela também vai receber uma longa visitinha da irmã Lucia Helena, a ovelha negra da família, que mora há anos em Nova York.

Eu fui ao cinema junto dos meus pais assistir esse filme e, ao contrário do primeiro, que eu assisti em casa e dei altas gargalhadas, esse filme me fez refletir mais. Como os filhos estão saindo de casa, Dona Hermínia tem aquela sensação de ninho vazio. É muito difícil dos filhos compreenderem e esse filme serviu para nos auxiliar. Para nós, os filhos, é tudo novo, então ficamos numa ansiedade de doer o coração, enquanto que nossos pais sofrem.

Se o primeiro filme te fez chorar com a falta de afeto dos filhos, com certeza vocês também ficarão emocionados ao assistir a continuação. Dei cinco estrelas e o favoritei porque, apesar de ser emocionante, ele não deixa de ser muito engraçado.

20/04/2017

BEDA 20 | Resenha: O Inferno de Gabriel

Título: O Inferno de Gabriel
Título Original: Gabriel's Inferno
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Páginas: 512
Ano: 2013
Classificação: 3/5

Sinopse: A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher. Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.

19/04/2017

BEDA 19 | TAG: Como eu leio


Hello, leitores! 💜
Hoje eu decidi responder a TAG Como eu leio. O autor removeu o vídeo do canal, mas quem a traduziu foi o canal Central da Leitura. Espero de verdade que vocês gostem! Não se esqueçam de comentar ao final do post para eu saber se estão gostando 💋

1. Como você descobre sobre novos livros para ler?
Normalmente, eu fico sabendo de lançamentos através das redes sociais. Indicações de blogueiros/vlogueiros também me ajudam bastante na hora de conhecer um novo livro. Ah, e é claro, o Skoob.

2. Como você entrou nesse mundo da leitura?

Comecei a ler ainda bem pequena. Eu era apaixonada pelos contos clássicos que vinham em caixinhas. Talvez eu gostasse mais da caixa, que virava uma bolsinha quando fechada.

3. Como o seu gosto literário mudou com o passar do tempo?
 
Eu fui ler um livro com mais páginas já na escola, para um trabalho. Eu gostei tanto da leitura que tirei uma boa nota. Mas foi em 2012 que comecei a ler muito mesmo.

4. Com que frequência você compra livros?
Como uma boa pechinchadora que sou, prefiro esperar as promoções das livrarias. Aí eu compro muitos. Na última vez, comprei mais de 10 livros.

5. Como você entrou nesse mundo dos Blogs Literários?

Também em 2012 eu decidi começar o Livro Apaixonado. Desejava um espaço onde eu pudesse compartilhar as minhas leituras, onde as pessoas pudessem me compreender mais.

6. Como você reage quando não gosta do final de um livro?

Eu fico um tanto frustrada, principalmente se estava com muitas expectativas.

7. Com que frequência você espia a última página do livro pra ver o que acontece no final?

Não costumo fazer isso, mas tem vez que sinto vontade, quando a leitura se arrasta demais.

8. Quem você vai marcar pra responder essa TAG?

Vou marcar a Mônica, do blog Leitora Cretina, mas se você está interessado(a) em responder a tag, fique à vontade.

18/04/2017

BEDA 18 | Resenha: Com amor, Anthony

Título: Com amor, Anthony
Título Original: Love Anthony
Autora: Lisa Genova
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 304
Ano: 2015
Classificação: 5/5

Sinopse: Em seu novo romance, a autora best-seller de Para Sempre Alice e Nunca Mais, Raquel conta a história de Anthony. Ao dar voz ao rapaz autista, Lisa Genova permite que ele releve os segredos por trás do funcionamento de sua mente: por que ele odeia pronomes, mas ama o número 3 e balanços, como ele experimenta a rotina, a alegria e o amor. E é a voz desse rapaz que vai guiar duas mulheres em sua jornada inesquecível para descobrir as verdades universais que unem a todos nós.



17/04/2017

BEDA 17 | Resenha: A Garota do Calendário - Fevereiro

Título: A Garota do Calendário - Fevereiro
Título Original: February
Autora: Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 135
Ano: 2016
Classificação: 4/5

Sinopse: Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

16/04/2017

BEDA 16 | TAG: Páscoa Literária

♫ Coelhinho da Páscoa o que trazes pra mim? Um ovo, dois ovos, três ovos assim ♪ 
(Indique três livros que você daria de presente ou que recomendaria a alguém)



Extraordinário: Se você é frequente aqui no blog, já sabe que sempre quando vou indicar algum livro, a primeira opção que me vem a mente é Extraordinário, que, é sem a menor dúvida, o meu livro favorito de toda a vida ♥

Como salvar uma vida: Outro livro que já indiquei várias vezes aqui - porém, não com tanta frequência é Como salvar uma vida, um livro que comecei a ler não esperando nunca que a história fosse tão arrebatadora. Indico de olhos fechados!

Beleza Perdida: Esse é outro fichinha. Beleza Perdida me encantou por sua simplicidade recheada de emoção. Impossível de não ser devorado de uma só vez!

♫ Coelhinho da Páscoa que cor eles têm? Azul, amarelo, vermelho também! ♪
(Indique três livros: um com a capa amarela, outro com a capa azul e um de capa vermelha)



Esse três livros que vou indicar para vocês é somente por causa da cor, claro que eles são incríveis, mas passam longe dos três acima.

A seleção: A maioria de vocês já deve ter ouvido falar de A seleção. Ele virou a febre do momento e eu admito que o livro é bom, mas vocês sabem que fã adora exagerar, não é mesmo? Ainda assim, aí está meu livro azul.

Ninguém transa às terças-feiras: O que mais me deixou com vontade de ler esse livro foi seu nome totalmente inusitado. É claro que a sinopse também me chamou atenção, mas com esse título, eu não tinha dúvidas de que viria coisa boa por aí.

A Garota Americana: Ah, aquele amorzinho da adolescência! Esse foi o primeiro livro da Meg que eu li e não me arrependo nem um pouco. Leitura super divertida e prazerosa. Impossível não gostar! ♥

15/04/2017

BEDA 15 | Resenha: Maze Runner - Correr ou Morrer

Título: Maze Runner - Correr ou Morrer
Título Original: The Maze Runner
Autor: James Dashner
Editora: V&R Editoras
Páginas: 426
Ano: 2010
Classificação: 4/5

Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

14/04/2017

BEDA 14 | Resenha: Preciso do seu amor

Título: Preciso do seu amor
Título Original: It must be your love
Autora: Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Ano: 2015
Classificação: 4/5

Sinopse: A bem-sucedida corretora de imóveis de Seattle, Mia Sullivan, não é nada boba... A não ser naquela única semana em que entregou seu coração a um músico sensual, que não lhe deu nada em troca além de dias e noites perfeitas em sua cama. Apesar de ter jurado que nunca mais o veria, ele foi o único homem de quem não conseguiu se esquecer. Um dos roqueiros mais desejados do mundo, Ford Vincent pode ter a mulher que quiser... exceto Mia Sullivan. Agora ele sabe que as milhares de fãs que cantam suas músicas não podem preencher o seu vazio. Só o amor de Mia tem esse poder – então, ele jura fazer tudo o que for preciso para conquistar o coração dela novamente. Depois de um reencontro, uma atração intensa surge entre eles. Será que, finalmente, Mia e Ford irão descobrir um amor forte o suficiente para durar para sempre?

13/04/2017

BEDA 13 | Resenha: O Chamado do Cuco

Título: O Chamado do Cuco
Título Original: The Cuckoo's Calling
Autor: Robert Galbraith (JK Rowling)
Editora: Rocco
Páginas: 448
Ano: 2013
Classificação: 4,5/5

Sinopse: Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega. Um emocionante mistério mergulhado na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho. O Chamado do Cuco é um livro maravilhoso. Apresentando Cormoran Strike, este é um romance policial clássico na tradição de P. D. James e Ruth Rendell, e marca o início de uma série única de mistérios.

12/04/2017

BEDA 12 | Mundos literários que tenho vontade de conhecer ♥

Tem umas histórias que marcam tanto a gente que é impossível ficar só na ficção, a gente quer levar aquela história pra sempre, a gente quer viver aquela história. E é claro que o cenários contribui para essa obsessão. Resolvi então citar para vocês quais são os mundos literários que tenho vontade de conhecer. Eu espero muito que vocês gostem e também gostaria de saber quais são os mundos que vocês gostariam de conhecer, portanto, não se esqueçam de comentar.

Hogwarts {Harry Potter}


Esse é o mundo mais clichê de todos. Afinal, todo mundo quer ir para Hogwarts. Menos os trouxas porque os trouxas não sabem que Hogwarts existe. Ok, sem provocações. Harry Potter, como vocês provavelmente devem saber, se passa em um dos cenários mais lindos de todos. A escola de magia e bruxaria é o lugar onde todos os fãs desejam estar. E eu, fugindo da exceção, também desejo.

Chicago - futurista {Divergente}


Eu não sei como termina a série, mas desde que li o primeiro livro soube que essa Chicago futurista, citada no livro, é um desejo. Tá, provavelmente não é o melhor lugar para viver, mas passar por tudo que a Tris passou é algo que me deixa muito entusiasmada.

Terra do Nunca {Peter Pan}


Esse é um dos meus desejos mais antigos. Quando eu era criança, costumava deixar a janela do meu quarto aberta, esperando que o Peter Pan viesse me buscar para irmos para a Terra do Nunca. Juro pra vocês que isso é verdade. Mas aí aconteceu da minha prima querer fazer uma brincadeira comigo e com minha irmã e acabei desiludindo desse sonho. Porém continua sendo um lugar marcante pra mim.

11/04/2017

BEDA 11 | Resenha: Minha vida antes do Invento na Hora

Título: Minha vida antes do Invento na Hora
Autor: Lucas Lira
Editora: Planeta
Páginas: 192
Ano: 2016
Classificação: 3,5/5

Sinopse: Lucas Lira tem dois canais no YouTube, o Invento na Hora e Invento na Hora TV, que “trollam” com tudo e todos: a namorada, o melhor amigo, o exame do Enem e até com ele mesmo. Neles, momentos de seu dia a dia e do cotidiano de pessoas próximas são revelados totalmente sem filtro. E Lucas ainda embarca nos desafios propostos por seus fãs: já colou a boca com uma supercola e foi “baleado” com uma pistola de ar comprimido. Mas você que está inscrito em seus canais sabe mesmo quem é o Lucas? Sabe dizer onde ele nasceu e qual foi sua inspiração para lançar um canal no YouTube? Neste livro você vai, com certeza, descobrir as respostas para essas e outras tantas perguntas.

10/04/2017

BEDA 10 | TAG: Sobre séries

Ei, todo mundo! Hoje eu decidi responder a tag sobre séries. Na verdade, a postagem já estava pronta quando resolvi modificar e acabei perdendo tudo. Affe! Mas, bora lá, espero que vocês gostem ♥


1- Qual é sua série favorita de todos os tempos?


Eu poderia citar milhares de seriados que assisto no momento, mas decidi citar um seriado que eu nunca vou deixar de assistir. Chaves marcou minha infância, minha adolescência, minha vida... Eu estaria completamente equivocada de citasse outra série porque a que mais assisto, a que mais me faz rir, a que mais me faz falta é essa.

2- Qual é o seu personagem preferido de todos os tempos?

Já que estamos escolhendo personagens favoritos, para cada um dos seriados que citar nessa tag, decidirei por um que mais me marcou. Em Chaves, o que eu mais adoro é o Seu Madruga. Em Modern Family adoro o Phil e o Cam. Em OUAT a Belle, é claro.

3- Cite uma série que você viciou?



Modern Family foi um dos meus achados e foi amor à primeiro episódio. Hoje sou completamente viciada nas loucuras que essas famílias passam juntos.

4- Cite um personagem que você tem algo em comum.


Me considero muito parecida com a Belle, de Once Upon a Time, quando preciso defender quem eu amo, assim como ela fez pelo seu pai. Ah, e é claro, nós duas somos apaixonadas por livros.

5- Cite uma série que todo mundo gostou (ou gosta) e você não.


Eu pensei me citar The Walking Dead, mas não acho justo citar um seriado que nunca assisti. Citarei, então, um seriado que eu esperava mais, que não alcançou minhas expectativas. Estou falando de Stranger Things. Não é que não goste, mas esperava bem mais desse seriado, visto o tanto de elogios que ele recebe.

6- Qual sua série favorita dos últimos tempos?



Assim como Modern Family, meu amor por The Fosters aconteceu de uma forma muito espontânea. Procurando por seriados que se parecessem com MF, acabei embarcando nessa história incrível que é cheia de reviravoltas.

7- Cite um protagonista que você não gosta, mas curte a série.


Por mais apaixonada que eu tenha sido por Once Upon a Time, foi praticamente impossível gostar da Emma. Dramática ao extremo, não consegui me apegar e muito menos torcer para que tudo terminasse bem pra ela.

8- Você assiste (assistia) alguma série brasileira?

Sim, milhares! Se tem uma coisa que gosto é de seriado brasileiro. O nosso humor é o melhor do mundo! Todos os que Miguel Falabella dirigiu ou atuou são inesquecíveis. Também curto seriados mais complexos como 3%. A minissérie Justiça também me agradou muito, entre outros.

09/04/2017

BEDA 09 | Meus casais literários favoritos ♥

Oi, todo mundo! ♥
Andam shippando muitos casais? O meu critério na hora de escolher um shipp é: o que ninguém se importa. É aquele casal que morre no final ou termina separado (para a minha enorme frustração). Vim mostrar para vocês quais são os meus favoritos porque já devem ter percebido que é um critério difícil de ser analisado. Bora lá!

Os Imortais


Quem diabos se lembra (ou se importa) com Ever e Damen da série Os Imortais? O casal foi meu primeiro shipp literário, tinha até trilha sonora, mas, gente, eu era do time #exceção. A série é uma das menos recomendadas e o casal não agrada muita gente.

O Lado Feio do Amor

Se alguém adivinhar qual é meu casal favorito desse livro, vai ganhar uma bala. Todo mundo que eu questiono, prefere Tate e Miles. Mas só quem leu sabe que a história do shipp #Rachel&Miles (não tive cabeça pra criar nome, criem pra mim) é muito mais complexa e muito mais bonita. Não senti conexão nenhuma com a Tate e teria gostado muito mais se meu shipp tivesse dado certo.






Como eu era antes de você



Quer decepção maior do que essa? Eu tenho uma relação muito conflituosa com essa história porque entendo totalmente o Will, mas ainda assim preferia que ele tivesse feito outra escola. Mas gente, como fiquei (e fico) arrasada com o desfecho final do meu maior shipp.

Harry Potter



"Eu queria que a Lilian tivesse ficado com Snape"
Ah, saía dessa! O shipp vencedor foi o meu e não tem como mudar porque tá escrito no livro já, não tem como fazer outro. Melhor casal, melhor shipp, o primeiro, o mais lindo ♥

Só agora que eu terminei o post que eu percebi que a maioria dos casais não é assim tão "ativo". Bom, mas se vocês gostarem do post, eu posso mostrar mais. Até mesmo os casais de novelas que eu gosto, mas esses vocês vão ter que ter paciência porque, noveleira como sou, ficaria um post enoooorme! Deixem nos comentários quais desses casais vocês mais gostam e comentem os seus favoritos também. ♥

08/04/2017

BEDA 08 | Livros que me fizeram chorar | 1


Não é uma tarefa fácil, a de me fazer chorar por algum livro. Por isso, resolvi mostrar para vocês quais foram os livros que conseguiram essa façanha. Acredito que vocês conhecem todos eles, mas se não conhecem, vai ser um incentivo a mais para começarem a ler. Bora lá!

Extraordinário


Sim, Extraordinário, o meu grande amor literário, foi um dos livros que me fez chorar. A história me tocou de uma forma inimaginável e não teve como, tava chorando feito um bebê no final. Caso vocês não conheçam o livro (sério?!), não perca nem mais um segundo e leia porque esse livro vale muito a pena (já devo ter falado isso mais de mil vezes).

Harry Potter


Eu chorei por várias razões quando terminei a série, mas uma das mais relevantes é que eu tava fechando um ciclo ali. Mesmo tendo admitido que eu não queria ler os livros porque acreditava que os filmes eram fiéis, eu sei que se eu lesse a série iria fechar aquele marco da minha infância. Não sei se vocês conseguiram compreender, mas essa também é uma das razões.

Morte Súbita

Vocês devem estar se perguntando como foi que eu consegui chorar ao ler Morte Súbita. Mas, sério, quem chegou ao final sabe do que eu tô falando e pode até compreender o motivo do choro. Eu fiquei completamente surpresa e arrasada.

Como salvar uma vida



Tem horas que me bate uma revolta por Como salvar uma vida não ter o reconhecimento que ele merece. Minha gente, esse livro é super bom! Não só o final, mas todo o livro é carregado de emoção e quando você finalmente termina, fica morrendo de vontade de voltar a ler de novo.








Beleza Perdida

Eu não preciso repetir que esse é um dos livros que marcam a vida, né? Ao estilo A Bela e a Fera, Beleza Perdida acabou sendo muito mais do que eu esperava, me conquistando sem esforço algum. A leitura vale super a pena! ♥ 

Como eu era antes de você


E pra fechar com chave de ouro, o meu amor eterno, Como eu era antes de você. Eu já falei milhares de vezes aqui no blog que esse é meu livro favorito, sem sombra de dúvidas, mas não custa nada lembrar que uma das razões para isso é que a história é carregada de emoção e cenas que mexem com o coração do leitor. Se você ainda não leu (sério?!), não perca nem mais um segundo e conheça essa brilhante história {ah, com uma caixa de lencinhos por perto porque vai precisar}.

07/04/2017

BEDA 07 | Resenha: Harry Potter e a Câmara Secreta

Título: Harry Potter e a Câmara Secreta
Título Original: Harry Potter and the Chamber of Secrets
Autora: JK Rowling
Editora: Rocco
Páginas: 252
Ano: 2015
Classificação: 5/5 ♥

Sinopse: "Este diário guarda memórias de coisas terríveis. Coisas que foram abafadas. Coisas que aconteceram na Escola de magia e Bruxaria de Hogwarts." Tom Servoleo Riddle. O segundo ano de Harry na escola de Hogwarts está cheio de novos perigos e horrores, incluindo um professor completamente metido chamado Gilderoy Lockhart, o espírito de uma garota chamada Murta que Geme, que assombra o banheiro das meninas, e a embaraçosa atenção da irmãzinha caçula de Rony, Gina. Mas tudo parece pequeno quando um problema de verdade aparece e alguém - ou alguma coisa - começa a petrificar os aluno de Hogwarts. Será que foi Draco Malfoy, que anda ainda mais venenoso que o normal? Será que foi Hagrid, cujo passado misterioso começa a vir a tona? Talvez tenha sido o suspeito número um que toda a escola... o próprio Harry Potter!

06/04/2017

BEDA 06 | Wishlist literária | 10

Que saudade de mostrar minha wishlist para vocês, minha gente! Pode sentar porque vou compartilhar muitos livros com vocês. Se é desses que adora indicações, já pega o bloquinho porque todos esses livros valem muito a pena conhecer!


1. A guerra que salvou a minha vida
Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor. Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa. Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios.Vencedor do Newbery Honor Award, primeiro lugar na lista do New York Times e adotado em diversas escolas nos Estados Unidos.

2. O sol também é uma estrela
Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história. Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois. O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

3. Anatomia de um excluído
Um romance recheado de humor sobre uma menina dividia entre a popularidade e os seus sentimentos. De fora, Anika Dragomir é a terceira garota mais popular da escola. No íntimo, ela sabe que é uma freak: um misto de pensamentos obscuros, planos vingativos e, se os boatos estiverem corretos, DNA de vampiro (afinal, seu pai é da Romênia). Mas ela mantém tudo isso bem escondido por trás do gloss labial e longos cabelos ondulados. Afinal, um passo fora da linha e a nazista ultrapopular Becky Vilhauer fará de sua vida um inferno na Terra. E, para piorar mais as coisas, de uns tempos para cá, Anika anda obcecada com o loser mais recluso de todos: Logan McDonough. Desde que ele apareceu na escola de lambreta, vestindo um casaco de couro e emanando um ar de mistério, ela não consegue pensar em outra coisa. Mas seria insano desperdiçar sua popularidade por um pária como ele, ainda mais quando Anika cai nas graças de Jared Kline, o crush desejado de todas as garotas da cidade. Dividida entre dois pretendentes e cansada de fingir ser uma garota malvada para agradar Becky, Anika, pela primeira vez, está prestes a tomar coragem para se defender e colocar Becky em seu devido lugar.


4. A filha perdida
“As coisas mais difíceis de falar são as que nós mesmos não conseguimos entender.” Com essa afirmação ao mesmo tempo simples e desconcertante Elena Ferrante logo alerta os leitores: preparem-se, pois verdades dolorosas estão prestes a ser reveladas. Lançado originalmente em 2006 e ainda inédito no Brasil, o terceiro romance da autora que se consagrou por sua série napolitana acompanha os sentimentos conflitantes de uma professora universitária de meia-idade, Leda, que, aliviada depois de as filhas já crescidas se mudarem para o Canadá com o pai, decide tirar férias no litoral sul da Itália. Logo nos primeiros dias na praia, ela volta toda a sua atenção para uma ruidosa família de napolitanos, em especial para Nina, a jovem mãe de uma menininha chamada Elena que sempre está acompanhada de sua boneca. Cercada pelos parentes autoritários e imersa nos cuidados com a filha, Nina parece perfeitamente à vontade no papel de mãe e faz Leda se lembrar de si mesma quando jovem e cheia de expectativas. A aproximação das duas, no entanto, desencadeia em Leda uma enxurrada de lembranças da própria vida — e de segredos que ela nunca conseguiu revelar a ninguém. No estilo inconfundível que a tornou conhecida no mundo todo, Elena Ferrante parte de elementos simples para construir uma narrativa poderosa sobre a maternidade e as consequências que a família pode ter na vida de diferentes gerações de mulheres.

5. O mistério dos cavalos alados
Nosso mundo tem cores. Você só precisa saber onde procurar. Existem cavalos alados nos espelhos do Hospital Briar Hill – esses espelhos refletem os elegantes quartos que já pertenceram a uma princesa, mas que agora são o lar de crianças doentes. Somente Emmaline pode enxergá-los. Este é o seu segredo. Certa manhã, a menina escala o muro dos jardins abandonados do hospital e descobre algo incrível: um cavalo branco com a asa quebrada que deixou o mundo dos espelhos e invadiu a realidade. Esse cavalo branco – uma égua chamada Lume de Luar – está se escondendo de uma força sombria e sinistra: o Corcel Negro. Para Emmaline mantê-lo longe de sua nova amiga, ela precisa rodear Lume de Luar com tesouros de tons brilhantes. Mas como a menina encontrará cor em um mundo tão cinzento? Ambientado durante a Segunda Guerra Mundial, O mistério dos cavalos alados traz uma prosa que se aproxima do lirismo e, assim como O jardim secreto e A princesinha, já pode ser considerado um clássico. Um livro que será amado por muitas gerações.

6. Victoria e o Patife
Neste romance histórico juvenil escrito pela autora de “O diário da princesa”, acompanhamos a trajetória de Victoria. Criada pelos tios na Índia, ela é enviada a Londres aos 16 anos para conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?

Gostaram das minhas escolhas? Quais são os livros mais desejados por vocês no momento? Deixem aqui nos comentários. ♥

05/04/2017

BEDA 05 | Parceria: Renata Varela

É com imensa alegria e gratidão que anuncio para vocês a parceria com a autora Renata Varela. Aberta as inscrições para parceria, não hesitei em adicionar o Livro Apaixonado, com objetivo que trazer bons frutos para o blog, além de divulgar o trabalho incrível da autora. Vocês não podem deixar de conferir tudo que ela vem fazendo pelo universo literário.



As Listas de Ellen

Ellen Farley é jornalista de fofoca de uma revista não muito famosa, em Nova York. Nesse mundo onde tudo vira notícia, Ellen fica sabendo de uma que não lhe agrada muito: rolam boatos pela redação sobre um corte de custo e o pescoço de Ellen está quase sendo cortado. Para melhorar, Max, seu namorado há três anos decide que a química não está mais funcionando e termina tudo. Com o emprego mais para lá do que para cá, Ellen - que tem mania de fazer listas - cria uma lista com possíveis empregos a quais se candidatar caso vá para o olho da rua. Um desses empregos é na revista Social Feminin, uma das poucas que cresceu no ano anterior. Num momento de insanidade, Ellen manda sua ficha para a revista, que logo a chama para uma entrevista. É aí que ela conhece Brandon Morgan, o novo redator-chefe da revista, o homem que pode mudar sua vida - em um sentido além do profissional.




Paris no Dia dos Namorados

Com um histórico romântico pra lá de bagunçado, Lucy Rigby é mandada à Paris, a cidade mais romântica do mundo, com o dever de registrar o maior número de casais possível, para uma grande matéria na revista onde trabalha em NY. A viagem que antes era a trabalho, se revela bem mais agitada e cheia de possibilidades. Lucy levou apenas objetos de trabalhos na mala, mas tudo indica que vai levar de volta a sua cidade muito mais experiências e boas recordações.



Não Era Eu, Era Você

Um romance sobre assumir, perdoar e cometer erros. Francine se orgulha de várias coisas. Ela sabe que é uma ótima corretora de imóveis e se orgulha de ser valorizada em sua profissão. Francine também sabe que o amor de sua família é grande e se orgulha da relação que mantém sempre balanceada com as irmãs, Franciele e Fernanda. Ela também se orgulha de ter o coração "de pedra", como costumam descrever, e não ter se apaixonado de verdade desde os quinze anos. Agora, Francine acaba de completar vinte e cinco verões. Está no começo da vida, na flor da idade, e esse ano tem tudo para ser o melhor de sua vida. Ela está no topo de tudo, mas, se há um problema de estar no topo, é que o vento lá por cima é sempre muito forte; pode fazê-la despencar em um piscar de olhos.

SKOOB

Vou começar a ler as obras dela agora em abril e pelo que pude perceber ao conferir os livros no Skoob, os leitores só elogiam o trabalho dela. Não posso estar menos que super ansiosa para também conhecer. Ah, a Renata, além de escritora, também é blogueira, vou deixar o link do blog dela aqui embaixo para vocês conferirem.

BLOG