22/04/2017

BEDA 22 | Minhas músicas favoritas da Disney


Ei, todo mundo! 💙
Falar de Disney é algo tão bom, não é? Dá vontade de ficar falando o tempo todo, relembrando os personagens mais marcantes e as músicas que mexeram com nossos corações. E é exatamente isso que eu vim fazer aqui hoje, em mais um dia de #BEDA. Sim, já estou cansada, mas tô muito feliz porque deu certo aqui no blog.


Aladdin é um dos meus herois favoritos. Talvez por não ser tão convencional, eu tenha me afeiçoado mais a sua emocionante história. E, é claro, não poderia deixar de citar Um mundo ideal, que é uma das minhas músicas favoritas.

A Bela e a Fera não é um dos meus desenhos favoritos, não, não é. Mas é simplesmente impossível não gostar de Sentimentos, música tema do casal. Me lembro bem de ouvi-la no mais alto som quando era criança.


O Rei Leão é, sem dúvida alguma, meu desenho favorito. Eu gosto de tudo, do cenário, dos personagens e, é claro, das músicas, que mexem muito com nossos corações. O Ciclo da Vida, música que inicia o filme, foi tão marcante que eu encenei com meus primos esse início. Ficou lindo, vocês precisavam ver ❤


Planeta do Tesouro também não está listado como favorito, mas, assim como A Bela e a Fera, o que mais me marcou foi sua trilha-sonora, mais especificamente essa música, que fala exatamente de momentos que estou vivendo. Impossível não amar!


A Dama e o Vagundo 2 traz a história dos cachorrinhos mais amados do mundo. Eu era apaixonada pelo Banzé e essa música marcou muito quando eu assistia o filme. A fita-cassete dele {ai, que velha} travava somente nessa cena. Eu nem assistia muito, né?


E, pra fechar com chave de ouro, a música que eu mais amava ouvir. O Rei Leão 2 traz a história da Kiara, filha do Simba e da Nala. A pequena leoa lembrava muito a mim quando pequena, cheia de questionamentos e sempre, sempre mesmo, querendo unir as pessoas (no caso, os leões).

21/04/2017

BEDA 21 | Indicação: Minha mãe é uma peça 2


Entre os filmes que foram lançados esse ano, um dos que eu estava mais ansiosa para assistir foi Minha mãe é uma peça 2. Sou muito fã do trabalho do Paulo Gustavo e a Hermínia é minha personagem favorita. Até fiz uma homenagem para a personagem no Dia das Mães, que vocês podem conferir clicando aqui.

Dona Hermínia está de volta, desta vez rica, pois passou a apresentar um bem-sucedido programa de TV. Porém, a personagem superprotetora vai ter que lidar com o ninho vazio, afinal Juliano e Marcelina resolvem criar asas e sair de casa. Para balancear, Garib, o primogênito, chega com o neto. E ela também vai receber uma longa visitinha da irmã Lucia Helena, a ovelha negra da família, que mora há anos em Nova York.

Eu fui ao cinema junto dos meus pais assistir esse filme e, ao contrário do primeiro, que eu assisti em casa e dei altas gargalhadas, esse filme me fez refletir mais. Como os filhos estão saindo de casa, Dona Hermínia tem aquela sensação de ninho vazio. É muito difícil dos filhos compreenderem e esse filme serviu para nos auxiliar. Para nós, os filhos, é tudo novo, então ficamos numa ansiedade de doer o coração, enquanto que nossos pais sofrem.

Se o primeiro filme te fez chorar com a falta de afeto dos filhos, com certeza vocês também ficarão emocionados ao assistir a continuação. Dei cinco estrelas e o favoritei porque, apesar de ser emocionante, ele não deixa de ser muito engraçado.

20/04/2017

BEDA 20 | Resenha: O Inferno de Gabriel

Título: O Inferno de Gabriel
Título Original: Gabriel's Inferno
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Páginas: 512
Ano: 2013
Classificação: 3/5

Sinopse: A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher. Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.

19/04/2017

BEDA 19 | TAG: Como eu leio


Hello, leitores! 💜
Hoje eu decidi responder a TAG Como eu leio. O autor removeu o vídeo do canal, mas quem a traduziu foi o canal Central da Leitura. Espero de verdade que vocês gostem! Não se esqueçam de comentar ao final do post para eu saber se estão gostando 💋

1. Como você descobre sobre novos livros para ler?
Normalmente, eu fico sabendo de lançamentos através das redes sociais. Indicações de blogueiros/vlogueiros também me ajudam bastante na hora de conhecer um novo livro. Ah, e é claro, o Skoob.

2. Como você entrou nesse mundo da leitura?

Comecei a ler ainda bem pequena. Eu era apaixonada pelos contos clássicos que vinham em caixinhas. Talvez eu gostasse mais da caixa, que virava uma bolsinha quando fechada.

3. Como o seu gosto literário mudou com o passar do tempo?
 
Eu fui ler um livro com mais páginas já na escola, para um trabalho. Eu gostei tanto da leitura que tirei uma boa nota. Mas foi em 2012 que comecei a ler muito mesmo.

4. Com que frequência você compra livros?
Como uma boa pechinchadora que sou, prefiro esperar as promoções das livrarias. Aí eu compro muitos. Na última vez, comprei mais de 10 livros.

5. Como você entrou nesse mundo dos Blogs Literários?

Também em 2012 eu decidi começar o Livro Apaixonado. Desejava um espaço onde eu pudesse compartilhar as minhas leituras, onde as pessoas pudessem me compreender mais.

6. Como você reage quando não gosta do final de um livro?

Eu fico um tanto frustrada, principalmente se estava com muitas expectativas.

7. Com que frequência você espia a última página do livro pra ver o que acontece no final?

Não costumo fazer isso, mas tem vez que sinto vontade, quando a leitura se arrasta demais.

8. Quem você vai marcar pra responder essa TAG?

Vou marcar a Mônica, do blog Leitora Cretina, mas se você está interessado(a) em responder a tag, fique à vontade.

18/04/2017

BEDA 18 | Resenha: Com amor, Anthony

Título: Com amor, Anthony
Título Original: Love Anthony
Autora: Lisa Genova
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 304
Ano: 2015
Classificação: 5/5

Sinopse: Em seu novo romance, a autora best-seller de Para Sempre Alice e Nunca Mais, Raquel conta a história de Anthony. Ao dar voz ao rapaz autista, Lisa Genova permite que ele releve os segredos por trás do funcionamento de sua mente: por que ele odeia pronomes, mas ama o número 3 e balanços, como ele experimenta a rotina, a alegria e o amor. E é a voz desse rapaz que vai guiar duas mulheres em sua jornada inesquecível para descobrir as verdades universais que unem a todos nós.



17/04/2017

BEDA 17 | Resenha: A Garota do Calendário - Fevereiro

Título: A Garota do Calendário - Fevereiro
Título Original: February
Autora: Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 135
Ano: 2016
Classificação: 4/5

Sinopse: Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

16/04/2017

BEDA 16 | TAG: Páscoa Literária

♫ Coelhinho da Páscoa o que trazes pra mim? Um ovo, dois ovos, três ovos assim ♪ 
(Indique três livros que você daria de presente ou que recomendaria a alguém)



Extraordinário: Se você é frequente aqui no blog, já sabe que sempre quando vou indicar algum livro, a primeira opção que me vem a mente é Extraordinário, que, é sem a menor dúvida, o meu livro favorito de toda a vida ♥

Como salvar uma vida: Outro livro que já indiquei várias vezes aqui - porém, não com tanta frequência é Como salvar uma vida, um livro que comecei a ler não esperando nunca que a história fosse tão arrebatadora. Indico de olhos fechados!

Beleza Perdida: Esse é outro fichinha. Beleza Perdida me encantou por sua simplicidade recheada de emoção. Impossível de não ser devorado de uma só vez!

♫ Coelhinho da Páscoa que cor eles têm? Azul, amarelo, vermelho também! ♪
(Indique três livros: um com a capa amarela, outro com a capa azul e um de capa vermelha)



Esse três livros que vou indicar para vocês é somente por causa da cor, claro que eles são incríveis, mas passam longe dos três acima.

A seleção: A maioria de vocês já deve ter ouvido falar de A seleção. Ele virou a febre do momento e eu admito que o livro é bom, mas vocês sabem que fã adora exagerar, não é mesmo? Ainda assim, aí está meu livro azul.

Ninguém transa às terças-feiras: O que mais me deixou com vontade de ler esse livro foi seu nome totalmente inusitado. É claro que a sinopse também me chamou atenção, mas com esse título, eu não tinha dúvidas de que viria coisa boa por aí.

A Garota Americana: Ah, aquele amorzinho da adolescência! Esse foi o primeiro livro da Meg que eu li e não me arrependo nem um pouco. Leitura super divertida e prazerosa. Impossível não gostar! ♥