28/02/2017

TAG: Ler é um presente


Ei, todo mundo!
Eu vi essa tag no grupo Blogs Literários no Facebook (clique aqui para conhecer), quem criou foi a Val Campos do blog 1 Pedra no Caminho e eu espero de verdade que vocês gostem. Ah, sintam-se à vontade para respondê-la também porque sim, ler é um presente 💓

1. "É só uma lembrancinha…"
Um livro curto ou com menos de 100 páginas que tenha te encantado.

Essa foi a pergunta mais difícil de responder. Não costumo ler muitos livros de pouquíssimas páginas, mas me recordo de ter lido O Príncipe da Kiera Cass e ter adorado. Ah, também tem Fazendo Meu Filme em Quadrinhos que reconta Fazendo Meu Filme 0 em quadrinhos (ah, não me diga!).

2."Não precisava!"
Um livro que você amou ganhar de presente ou qual tipo de livro você mais gosta de ganhar.

Não é muito comum eu ganhar um livro de presente e ficar extremamente interessada pela leitura, mas, recentemente, eu ganhei Harry Potter e a Criança Amaldiçoada e, cara, que livro bom! Eu juro que não esperava tanto assim, mas acabei sendo surpreendida. Tem resenha dele aqui no blog, é só clicar aqui para ver.

3. A embalagem perfeita
Uma capa sensacional.

Quando me pedem para dizer qual minha capa favorita de livro, eu já entro em desespero. Isso porque eu adoro todas as capas de todos os livros que eu tenho na minha estante. Sério, além de todo aquele trabalho, a maioria dos livros traz muito sobre a história ali mesmo, na capa. Mas uma atual que eu amo (e que não é nada clichê) é a capa de Mar da Tranquilidade. Gente, sério, tem como não achar essa capa a coisa mais linda do mundo?! 💜

4. Presente dos deuses
Um livro que mudou sua vida.

Tem livros que marcam a gente, né? Que conseguem de uma forma bem simples tratar de assuntos quem mexem com a gente. Eu não poderia deixar de citar dois dos meus livros favoritos, que são Extraordinário (meu grande amor ♥) e Beleza Perdida que tratam de temas tão fortes e marcantes que acabam deixando mensagens lindíssimas nos nossos corações. Todo meu amor para esses livros! 💗

5. Surpresa!
Um livro que você começou a ler sem muitas expectativas e te conquistou.

Eu tenho feito muito isso, ler sem criar muitas expectativas (muito talvez seja forte demais, um pouco é mais real). Um dos livros que mais me surpreendeu foi  O Lado Feio do Amor. Não, ele não tirou a maior nota no Skoob, mas foi uma leitura que valeu a pena.

6. "É a sua cara!"
Uma narrativa ou personagem com os quais você se identifique.
Quando eu li Divergente pela primeira vez senti que havia, finalmente, encontrado uma personagem que se encaixava mais na minha personalidade. Uma personagem que eu faria gosto de dizer: Essa personagem parece comigo. A personagem da qual me refiro é a Tris, que com seu jeito impulsivo lembra justamente a mim.

7. Presente de grego
Um livro que não era nada do que você pensava e te decepcionou.

Entrelinhas foi um dois livros que recebi do Grupo Editorial Record em 2015, mas que, infelizmente, me decepcionou muito. Eu estava cheia de expectativa, já que todo mundo só elogiava a autora, mas o livro não funcionou nem um pouco comigo.

8. "Mais afortunado é dar do que receber…"
Um livro especial que você deu de presente ou daria.

Eu não costumo dar livros de presente, o último que dei foi Cinquenta Tons Mais Escuros para minha melhor amiga e ela adorou. Mas dois livros que recomendo, ajudo a olhar o melhor preço, ajudo na hora da compra e tudo mais são Extraordinário e Como eu era antes de você. Ano passado eu ajudei minha amiga a comprar o segundo citado e ela adorou!

9. "Pode trocar, se precisar!"
Um livro que você começou a ler, mas teve de parar: não deu para continuar!
Eu odeio abandonar leituras, não existe coisa que odeio fazer mais do que isso, sério. Mas, infelizmente, acaba acontecendo e o livro que eu tive que abandonar por causa da escola foi A Cabana. Vocês podem até dizer que o meu abandono foi sem sentido e foi mesmo, por isso que tenho intenção de voltar a ler.

10. Ainda na wishlist…
Aproveite o momento para dar aquela dica do que quer ganhar!

Tem um livro que está na minha wishlist desde quando eu comecei o blog, que é Desculpa se te chamo de amor. Eu já busquei esse livro para comprar várias vezes, mas, além do preço absurdo, ele não é muito fácil de ser encontrado. Então, meu aniversário tá chegando, sintam-se à vontade para me presentear, juro que não reclamo 😂

25/02/2017

Playlist: as mais ouvidas


Oi, todo mundo! 💕
Estava com saudade de postar playlists para vocês, mas hoje resolvi que irei mostrar quais são as músicas que estão sendo mais tocadas no meu celular. Simplesmente incríveis, gente! Sério, não dá pra não viciar. Espero que vocês curtam e não se esqueçam de comentar o que acharam da playlist no final do post. Ah, adoro indicações, tá? Me indiquem cantores que vocês gostam para que eu possa conhecer.

24/02/2017

Maratona Literária de Carnaval | Livro Apaixonado

Ei, todo mundo! 💗
Eu estava procurando uma maratona de Carnaval pela internet, mas não encontrei nenhuma que me agradasse ao ponto de querer fazer. O meu desejo é ler todos os livros que estão na aba meta de leitutra do Skoob. Como vocês sabem, estou participando do I Dare You (clique aqui para ver a postagem sobre o desafio) mais uma vez e como já é de praxe, estou com as leituras de janeiro e fevereiro acumuladas. Essa maratona literária vai servir justamente para me ajudar a me organizar e ler todos os livros que preciso. Bora ver quais são os livros?


O Chamado do Cuco {I Dare You}


Água Para Elefantes {I Dare You}

Grey {I Dare You}

O Inferno de Gabriel
A Aposta

Cinquenta Tons Mais Escuros (releitura)
Apenas um dia (iniciar a leitura)

23/02/2017

Resenha: Cabeça de Vento

Título: Cabeça de Vento
Título Original: Airhead
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 320
Ano: 2010
Classificação: 4/5

Sinopse: Emerson Watts odeia seu nome, tem problemas com quase todo mundo na escola e seu melhor amigo parece nem desconfiar de sua paixão por ele. Parece que ela tem problemas? Pois um acidente num shopping aproxima Em e a famosa modelo Nikki Howard muito mais do que deveria, e é aqui que os problemas começam de verdade.






07/02/2017

Filmes para apaixonados(as) por aviação


Aos apaixonados por aviação, não basta só ter músicas que nos remetem ao nosso sonho, não basta ter seriados, precisamos também de filmes. Daqueles que mostram um pouco da realidade que desejamos. E, na categoria filmes, eu posso indicar para vocês dois. Esses dois filmes são filmes que eu mal consigo ver sem me emocionar, seja pela história, pelos personagens, pela trilha sonora ou até mesmo o cenário.

O primeiro deles e que também é meu favorito é Voando Alto. Acredito que vocês devem conhecer porque a Globo adora passar esse filme na Sessão da Tarde. E esse é o filme que mais consegue retratar a luta que é para se conseguir realizar o sonho de ser comissária e olha que a Donna conseguiu com muito mais facilidade. Não que eu esteja reclamando, mas conseguir emprego de comissária aqui no BR é muito difícil. Tem que ter muita garra e saber exatamente o que quer porque a caminhada é longa.


Donna Jensen (Gwyneth Paltrow) é uma garota pobre que desde criança tem um grande sonho: se tornar aeromoça e ter uma vida glamourosa, viajando pelos cinco continentes. Porém, logo ao entrar na Escola para Comissárias de Bordo ela percebe que a realidade será bem diferente do sonho que imaginava.

Encontrei um trailer do filme, a qualidade não está muito boa, mas já dá para ter uma ideia sobre o filme. Se ficaram interessados, espero que conheçam. Mesmo que vocês não trabalhem na aviação, ele trata de sonhos e de quanto você consegue alcançá-lo.
Outro filme que também me remete a aviação é Top Gun. Esse com certeza vocês devem conhecer porque um dos personagens principais é o Tom Cruise (suspiro), que interpreta um dos pilotos de uma escola. Mesmo não se tratando de comissários, eu não consigo desgostar desse filme, muito pelo contrário, fico ainda mais apaixonada. E ainda mais certa de que posso buscar mais.




Pete Mitchell (Tom Cruise), um jovem piloto, ingressa na Academia Aérea para se tornar piloto de caça. Lá se envolve com Charlotte Blackwood (Kelly McGillis), uma bela mulher, e enfrenta um competidor à sua altura (Val Kilmer).

Não consegui encontrar um trailer do filme em portugês, mas, caso vocês tenham interesse, existe o trailer em inglês. E, como eu disse, é um filme muito bom, que vale muito a pena. 

04/02/2017

Perdendo preconceitos | Kindle

Imagem retirada do We Heart It

Pense numa pessoa que se recusava a querer conhecer e-books. Era eu. Nós, leitores, sabemos o que nos agrada e um livro cheiroso era o que fazia meu coração bater mais forte. Para que eu iria querer conhecer e-readers? Felizmente, em uma daquelas premiações maravilhosas do meu antigo trabalho, eis que surgiu a oportunidade de adquirir um e-reader. Se eu pensei duas vezes? Não mesmo! Em um instante eu olhei e no seguinte, comprei. Foi exatamente assim que começou o meu relacionamento com os e-readers, mais especificamente o Kindle, que é o que eu tenho hoje.

A praticidade de você poder levar todos os seus livros para onde quisesse foi uma das coisas que eu mais adorei. Eu poderia, finalmente, levar todos os meus livros favoritos para passear sem ficar preocupada em acabar com a minha coluna. Não tinha como não gostar desse fator. Outra coisa que eu gostei (e se preparem porque eu gostei de muitas coisas) foi o valor. Jú, mas um Kindle é caro. Eu pesquisei no Buscapé antes de falar para vocês e o preço varia de R$197 até R$900. Mas eu garanto para vocês que é um investimento que vale a pena. Vocês já viram o preço dos e-books? É muito baratinho! Tem e-book de vários preços. Confesso para vocês que não gasto mais do que 10 reais em um e-book, mas consigo encontrar uma variedade gigantesca no catálogo da Amazon (♥).

Essa é outra vantagem: mesmo tendo preços super em conta, o catálogo da Amazon é gigantesco e vocês conseguem encontrar o livro que desejam saindo por um preço muito bom. E o último fator, que tem sido meu amorzinho desde que descobri, é o Kindle Unlimited. Nele, eu consigo alugar os livros que eu desejo por um preço fixo. Por apenas R$19,90 por mês, eu posso ter acesso a um catálogo exclusivo para assinantes e alugar milhares de e-books. Sério, não tem como não gostar de e-reader. Já passou o tempo do preconceito, galera. E se você encontra um achado desses, além de divulgar para todo mundo, você precisa conhecer. Ah, e o Kindle Unlimited ainda tem uma vantagem: é só entrar no site da Amazon e, durante um mês, você pode ter acesso ao catálogo gratuitamente. Isso mesmo, alugar seus livros favoritos gratuitamente durante um mês. É muito amor, gente! Corre logo pra comprar o seu <3

02/02/2017

Calm down, young lady!


Eu só diria uma coisa para a garota que eu era três anos atrás: tenha calma, o mundo não vai acabar amanhã! Logo quando eu completei 18 anos, enfrentei aquele pequeno desespero de não conseguir encontrar um trabalho. Hoje em dia, quando me lembro disso, percebo que não esperei absolutamente nada. Meu aniversário foi em março e em abril, logo no início do mês, eu estava trabalhando. Talvez vocês não saibam, mas os jovens pensam que o mundo vai acabar num piscar de olhos e ele não vai conseguir realizar absolutamente nada do que planejou. Bom, eu era assim.

Eu trabalhei durante 6 meses no comércio da minha cidade e nunca vou conseguir esquecer da oportunidade maravilhosa que foi. Não é comum ouvir alguém falando que gostou de trabalhar no comércio, mas quando me lembro como era não consigo deixar de pensar que tive muita sorte. Ali eu cresci, fiz amizades e planejei sonhos, é algo que vou guardar para sempre no meu coração. ♥

6 meses depois de ter iniciado e estando guardando cada centavo que eu recebia, eu decidi que era hora de dar adeus. Eu achava que já era hora de começar a tomar conta de mim e dos meus sonhos. Então, pedi demissão e em outubro de 2014 comecei o curso de comissária de bordo. Eu estava, finalmente, realizando meu grande sonho.

Eu finalizei o curso em março de 2015 sem muitas celebrações. A minha turma foi a menor turma da escola. E havia ainda o problema da distância, a maioria morava muito longe. Mas eu ainda tenho esperança de que nós vamos conseguir nos reunir e comemorar aquele período maravilhoso.

Então, como eu disse, se eu pudesse encontrar com a garota que eu era quando tinha 18 anos, só diria pra ela ter calma, que ela não precisava e não precisa de aprovação de ninguém, de que ela tinha sim o direito de sonhar e mais ainda, ela tinha o potencial para realizar seus sonhos.